2000
O Grupo Louis Dreyfus Commodities adquire a usina Cresciumal, em Leme (SP), e inicia seu processo de expansão no setor sucroenergético no Brasil.
2001
A aquisição da usina Luciânia, atual usina Lagoa da Prata, em Lagoa da Prata (MG), amplia a participação do grupo na região Centro-Sul do país.
2003
A Usina Cresciumal inicia as operações de cogeração de energia a partir do bagaço da cana.
2004
O grupo adquire a usina São Carlos, em Jaboticabal (SP).
2006
Começam as obras de expansão da usina Lagoa da Prata e a construção da usina Rio Brilhante (Projeto Greenfield), em Mato Grosso do Sul.
2007
A aquisição das usinas da Tavares de Melo Açúcar e Álcool permite a expansão das operações da companhia nos estados do Rio Grande do Norte, Mato Grosso do Sul e Paraíba. A capacidade de processamento alcança 11 milhões de toneladas de cana-de-açúcar.
2008
A usina Rio Brilhante começa a operar.
2009
Nasce a LDC-SEV, a partir da fusão da LDC Bioenergia e Santelisa Vale; a companhia passa a ter 13 usinas e expande sua capacidade de processamento para 40 milhões de toneladas de cana-de-açúcar.
2012
A Companhia aprova a alteração de seu nome de LDC-SEV para Biosev.
2013
Com a venda de ativos agrícolas da unidade São Carlos, a empresa passa a ter 12 usinas, com capacidade de processamento de 37,9 milhões de toneladas de cana-de-açúcar por ano. Neste ano, a Biosev também abriu capital no Novo Mercado da BM&FBOVESPA.

Começam as operações da cogeradora de energia na unidade Passa Tempo.
2014
A unidade Jardest entra em hibernação; a capacidade de processamento da Biosev passa a ser de 36,4 milhões de toneladas de cana-de-açúcar por ano.